História



PELE E SENSIBILIDADES
Práticas de memórias e identidades do negro na literatura (1909-1940)


PEREIRA, Túlio Henrique
Novas edições Acadêmicas
ISBN: 978-3-639-68849-8
Ano de publicação: 2014
Páginas: 148


Resumo: A pele e as sensibilidades do negro servem como referências para o estudo de uma sociedade que identificou e determinou papéis sociais, inicialmente por princípios da religião católica cristã e, posteriormente, pela repersonalização e epidermização do sujeito. É nesta perspectiva, portanto, que este estudo problematiza em caráter descritivo e analítico questões que giram em torno de três eixos: primeiro, as constituintes da pele, momento no qual é feito um panorama breve sobre a história do negro a partir de sua origem até a personalização deste sujeito em sua condição de escravo; segundo, as memórias da pele, capítulo em que são relacionadas memórias do cotidiano de negros, descritas por viajantes, e impressas em jornais da cidade do Salvador, na Bahia; terceiro, as sensibilidades da pele, uma breve análise da experiência moderna dos autores e personagens presentes no século XX, cujas memórias são remissões de modelos construídos no século XIX.







DESAFIOS EPISTEMOLÓGICOS DAS CIÊNCIAS NA ATUALIDADE

Imagens de memórias etnorraciais em charges da Primeira República


PEREIRA, Túlio Henrique
Organizadores: Luci Mara Bertoni, Leila Pio Mororó e Claudinei de Camargo
Formato de Arquivo: PDF
ISBN: 978-85-7917-227
Ano de publicação: 2013
Páginas: 286
(clique para baixar)


RESUMO: O Museu Pedagógico da UESB agrega grupos de estudos em torno do conhecimento sobre a História, a Educação e a Cultura, à luz de várias ciências. Bianualmente, a sua equipe elege um tema de estudo decorrente de suas pesquisas para ser discutido com a comunidade acadêmica a partir da realização de Colóquios. Este livro é fruto de discussões e debates acadêmicos ocorridos, em outubro de 2011, durante o IX Colóquio Nacional e III Colóquio Internacional do Museu Pedagógico que teve como tema central os “Desafios Epistemológicos das Ciências na Atualidade”. A discussão a respeito do diálogo entre as ciências não é nova, mas dada a sua natureza é, sem dúvida, sempre atual. Por isso, os Colóquios enfocaram questões significativas para e na construção do conhecimento das ciências, considerando para tal, a complexidade de suas análises e a diversidade de suas abordagens. A socialização de discussões na perspectiva de enriquecimento do debate a respeito da constituição da história, da memória e da educação é um dos objetivos deste livro que ora propomos como mais um dos desafios epistemológicos das Ciências na atualidade



DIÁLOGO MULTIDISCIPLINAR ENTRE AS CIÊNCIAS HUMANAS, EXPERIMENTAIS E DA MATEMÁTICA

A Memória do Vivido em Dois Eixos Relacionais: a ficção e a realidade no universo da experiência


PEREIRA, Túlio Henrique
Alínea
ISBN: 978-85-7516-636-9
Ano de publicação: 2013
Mais informações: (clique aqui)


RESUMO: O objetivo do livro é estimular o desenvolvimento da pesquisa e da produção conjunta entre as áreas de humanas, exatas e da natureza, propiciando uma ampla discussão sobre os campos comuns e distintos que unem as disciplinas curriculares e as ciências que compõem esses campos do saber, possibilitando uma problematização consequente sobre o conjunto de temas e questões que preocupam os estudiosos da Educação e das Ciências na sociedade.






XIX CONGRESSO LUSO AFRO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS
ANAIS - 2011
AS IDENTIDADES NEGRAS E A CONSTRUÇÃO DE UMA MEMÓRIA SOBRE NEGROS: BREVE ANÁLISE DA CONDIÇÃO E IMAGEM DE NEGROS EM NARRATIVAS E JORNAIS DO TERRITÓRIO BRASILEIRO DOS SÉCULOS XIX E XX
PEREIRA, Túlio Henrique
UFBA
ISBN: 978-85-60667-95-6


RESUMO: Utiliza-se a obra literária para relatar e analisar as representações mnemônicas das identidades negras no País, por se considerar a literatura nacional um marco sociocultural no século XIX, elevada pela transição do Império para a República, pelos movimentos abolicionistas encabeçados por escritores, jornalistas, artistas negros e mestiços forros, muitos deles desconhecidos pelo grande público, e outra boa parte utilizada como mote e inspiração para romances3. Sendo assim, a obra literária é tomada como a expressão da individualidade de seus autores, em manifestação social e coletiva de suas ideologias e necessidade de denúncia de acontecimentos sócio-históricos de uma sociedade que se configurava.





VII ENECULT - ENCONTRO DE ESTUDOS MULTIDISCIPLINARES EM CULTURA

ANAIS - 2011


A PELE NEGRA COMO APORTE MNEMÔNICO DE IDENTIDADES NO SÉC. XX: UMA ANÁLISE DO LUGAR E DOS LUGARES DE NEGRO EM IMAGENS DIDÁTICAS



PEREIRA, Túlio Henrique
Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura/ FACOM/ UFBA
ISBN: 85-60186-00-X
CLIQUE PARA BAIXAR

RESUMO: A partir de um campo interdisciplinar possibilitado pela memória, em convergência com a história das mentalidades e dos postulados da História Nova, foi possível acionar, através da observação e análise de corpus literário, imagético e midiático, as práticas e memórias do negro brasileiro no cotidiano dos séculos XIX e parte do XX. A pele e as sensibilidades do negro servem, portanto, como referências para o estudo de uma sociedade que identificou e determinou papéis sociais, primeiro por princípios da religião católica cristã e, posteriormente, pela repersonalização e epidermização do sujeito determinado por uma identidade com referência de sua condição de escravo, e de sua posição de inferioridade ao longo da história do Império até a instauração da República no Brasil.

Palavras-chave: Memória, História, Identidade Negra, Literatura, Iconografia                        




VI ENECULT - ENCONTRO DE ESTUDOS MULTIDISCIPLINARES EM CULTURA

ANAIS - 2010


A MEMÓRIA COMO SUJEITO E OBJETO DO CONHECIMENTO


PEREIRA, Túlio Henrique
Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura/ FACOM/ UFBA
ISSN: 2177-6075
CLIQUE PARA BAIXAR


RESUMO: Objetiva-se neste artigo discutir algumas das categorias de sujeito determinantes de um jogo múltiplo dos símbolos de conexões diretamente ligados à questão da memória coletiva e suas formas de objetivação. Partindo de uma estrutura reformuladora do pensar nas ciências humanas, especialmente na história, eleva-se uma breve análise interdisciplinar do que seria a memória para além de seus dispositivos psicossociais, definidos nos atos de lembrar e esquecer. Pautamos-nos ao exercício de questionar e ilustrar algumas práticas suscitadas por seus mecanismos ao mesmo passo em que oferecemos uma abordagem fenomenológica à questão da memória convergida do seio social em sujeito e objeto de saberes.
Palavras-chave: Memória, Sociedade, Sujeito, Objeto, Saberes 


AS RESSIGNIFICAÇÕES DO ESPAÇO PÚBLICO DA PRAÇA - LUGARES DE MEMÓRIA E SOCIABILIDADES

THE RESIGNIFICATIONS OF SQUARE PUBLIC SPACE: PLACES OF MEMORY AND SOCIABILITIES

PEREIRA, Túlio Henrique
Edições Uesb
2009 - p. 39-52
ISSN: 1677-2342
CLIQUE PARA BAIXAR

RESUMO: É a partir do instante em que as gerações antigas e as gerações das gerações de nossos avós e pais vão se exaurindo e junto deles os referenciais de sua época e vivências, que a historiografia vê a necessidade de problematizar as lembranças de um passado remoto. Desse modo, iniciamos um processo de seleção de fatos e referências para tecermos, em prol de nossos anseios, o processo histórico que transformou as referências de nossos pais e avós, deixando-nos submersos às ressignificações dos lugares onde se constituíram memórias. Neste artigo tentamos entender um pouco sobre a constituição e erradicação do espaço público da praça pública na zona urbana e sua reestruturação e significados ao longo do tempo e do espaço de sujeitos baianos, particularmente, a Praça Tancredo Neves em Vitória da Conquista, Bahia.
PALAVRAS-CHAVE: Praça Tancredo Neves, Vitória da Conquista, História regional, Iconografia, Memória

ABSTRACT:
From the moment where old generations and the generations of our grandparents and parents generations start fading along with their life experience and period references, history sees the need of problematize the rememberings of remote past. Then, we start a selection process of facts and references in order to compose, according to our desires, the history process that transformed our grandparents and parents references, placing us under the resignifications of places where memories are built. In this article we search to comprehend about the constitution and eradication of the public space, particularly the Square Tancredo Neves in Vitória da Conquista, Bahia, concerning the public square in urban zone. Besides, we investigate the restructuration and meaning through time and space towards subjects from Bahia.
KEYWORDS: Square Tancredo Neves, Vitória da Conquista, Regional History, Iconography, Memory

Nenhum comentário: