domingo, 16 de dezembro de 2012

Eu escolho viver!

Na madrugada de sexta-feira eu sonhei pela primeira vez que eu havia morrido. Foi muito estranho tentar se comunicar e não ser ouvido, tentar concluir projetos, enviar e-mails e não conseguir. Hoje externalizaram pela terceira vez que desejam que eu morra. Não importa quem diga, é uma das frases mais cortantes, mais violentas, mais doloridas que se pode ouvir ou ler de alguém. Ao saber disso voltei ao tempo em que eu não me achava nada, perdido, sozinho, confuso e sem qualquer estima. Saiba que você conseguiu o que queria. Mas eu espero poder contrariar e continuar a minha luta pela sobrevivência, afinal de contas "eu sou lindo, não importa o que você diga, suas palavras não irão me levar mais pra baixo". Eu escolho viver!

Nenhum comentário: